Corte

Existe uma fobia social.

era um jeito espevitado de fazer amizade. Tem muito cabelo na cabeça, eles chegam a altura da cintura, que é pra balançar quando se empolgar em movimentos.

Cortado.

Algumas vezes se sente a necessidade de cortar os fios. De balançar menos. Sossego. Ou sentir o vento batendo na nuca. E as pessoas comentam da mudança, críticas e elogios a parte.

O que ninguém sabe é do tempo.

Quantos anos se passaram desde que a maior fobia, de uma menina alegre que balançava os cabelos pra la e pra cá, se tornasse gostar de pessoas?

Cada pessoa que vai embora corta um pedaço de ser espontâneo da gente. A solidão é um molde que o tempo faz no nosso corpo.

Ele me levou muitos fios de cabelo  da cabeça com os anos e dessa vez o sorriso da boca.

Existe um tédio em se enjoar das pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s